Por que algumas pessoas parecem ter mais facilidade pra perdoar uma traição?

Porque cada relação tem peculiaridades únicas. E cada pessoa também.

Imagina um relacionamento novo, bebezinho de semanas ainda. Pode ser que não signifique muito pra alguém que vai devagar e não se joga antes de conhecer melhor a pessoa. Uma traição pra alguém que tem essa cautela toda talvez não surpreenda nem machuque tanto. Mas provavelmente não terá perdão, porque o envolvimento estava só no início. E começou ruim.

Mas talvez signifique TUDO pra alguém que estava há anos sem ninguém por medo de sofrer. Traição nesse momento e pra essa pessoa é um abalo sísmico na sua estrutura mental e emocional. Ela conseguirá perdoar?

Provavelmente não. Mesmo que tente, o tombo foi de uma altura grande e machucou muito.

E quando é uma relação já consolidada, de mais de 6 meses ou de anos?

Aí vai depender do quanto um confiava totalmente no outro. Veja, TOTALMENTE. Isso significa cumplicidade. E não aquela confiança meio duvidosa, cheia de lacunas e reticências.

Na relação de cumplicidade total a traição pode destruir não só o relacionamento, mas a pessoa. É como caminhar confiante por uma estrada florida e de repente cair num abismo. Dependendo do tipo de traição, a pessoa nem terá condições de saber quem é por um bom tempo, quanto mais de perdoar.

Mas e aquela relação feita de lacunas, de reticências, onde não há cumplicidade, reciprocidade, afinidade?

A traição já estava à espreita, mas a gente não quis ver 😔

Nos perdoamos por isso? Nos perdoamos porque não queríamos ver e acabamos nos traindo?

Eis a questão.

E eis o perdão mais importante que precisamos nos dar – junto com a promessa de prestar mais atenção da próxima vez 😉🫶🏼✨

Estamos aqui pra ajudar você nesse processo.

plugins premium WordPress
× Entre em contato