É, acontece de tudo no terreno afetivo…

Às vezes eu me sinto tão desconectado de mim mesmo que não consigo encontrar o caminho da conexão integral com o outro. E na hora de conversar ou estar emocionalmente disponível dá um branco e eu simplesmente não consigo fluir.

O que comanda esse comportamento é o medo profundo de ser julgado, exigido, desmascarado no imenso vazio que sente por dentro.

Quando a pessoa se apaixona, então, bate o desespero! Você pode imaginar alguém que já é travado assim tendo que lidar subitamente com algo tão voraz quanto a paixão?

Se por sua própria natureza a paixão assusta até pessoas mais tranquilas, imagina quando ela pega de jeito quem mal sabe engatinhar nas próprias emoções?

E como reconhecer essa característica?

A gente sente uma contradição na pessoa: que há claramente uma força que a puxa pra nossa direção e outra que a puxa pra longe, dinâmica que pode nos ferir muito.

E o que fazer nessa situação?

A única coisa que depende de você é:

1 – escolher ficar até ver como fica esse tango,

2 – se afastar de vez, ou

3 – continuar, sabendo que provavelmente a situação não mude.

Estamos aqui pra ajudar você nesse processo.

plugins premium WordPress
× Entre em contato